Browsing All posts tagged under »Marco Antonio Martire«

Crônica do Facebook: nove mentiras e uma verdade [Marco Antonio Martire]

dezembro 6, 2017

6

1 – Estive uma vez com a razão e ela não lembrou meu nome. 2 – Roubaram-me uma bola depois de uma pelada entre amigos. Os pivetes saíram correndo com ela nos pés, tocando a bola entre eles e subindo a rua. Nem eu nem meus amigos tivemos habilidade o bastante para tomá-la de volta. […]

Crônica da prateleira: o bardo [Marco Antonio Martire]

novembro 22, 2017

2

Outro dia comprei o teatro completo de Shakespeare. Chegou aqui em casa sem fazer estardalhaço, em uma embalagem discreta, sem dizer a ninguém — quem escreveu foi Shakespeare! Não pensem que foi barato, o bardo inglês escreveu muito, em qualidade todo mundo sabe, mas também em quantidade. Precisei dividir no cartão de crédito. Uma edição […]

O aprendiz de bechamel e uma travessa de tiramisú [Marco Antonio Martire]

novembro 8, 2017

9

Olha que vivi para ver o dia em que aprenderia a cozinhar comida boa. Minhas habilidades no fogão nunca ultrapassaram o bife na chapa, o ovo frito, uma panela de arroz e outra de carne moída. A variedade do meu cardápio surge com o pão, faço sanduíche de queijo, de presunto cozido, de presunto cru, […]

Esses drones de outro mundo [Marco Antonio Martire]

outubro 25, 2017

4

Hospedei-me umas férias em um hostel onde pai e filho treinavam pilotar seu drone. Ambos brincavam enquanto eu lia um bom livro, sentado confortavelmente junto ao gramado da propriedade. O simpático aparelho sobrevoou-me à distância de uns oito metros, quase camuflado contra as nuvens brancas daquela tarde. Obviamente, possuía uma câmera acoplada. Não fiz mais […]

Como um rio desapareceu no Canadá [Marco Antonio Martire]

outubro 11, 2017

7

Eu não queria insistir no assunto, nem um pouquinho, mas é que o fato nunca foi registrado na atualidade. Merece destaque: um rio imenso desapareceu lá pelos lados do nosso Canadá. Existem registros geológicos de fenômeno semelhante ocorrido há milhões de anos, mas não em tempos recentes. O rio Slims alcançava cento e cinqüenta metros […]

A rua está um brinco [Marco Antonio Martire]

setembro 27, 2017

6

Foi numa conversa durante um passeio pelo shopping. Paramos diante de uma vitrine a admirar as joias. Os brincos logo chamaram a nossa atenção, mas nós rapidamente nos conformamos: ainda que alguém tivesse a grana para adquirir a joia, não há lugares onde se poderiam usar aqueles brincos sem temer pela própria orelha. A concordância […]

O dicionário [Marco Antonio Martire]

setembro 13, 2017

6

Lendo um romance surge uma palavra inesperada, que me leva ao dicionário e à surpresa: no dicionário, a frase que serve de exemplo para o verbete é exatamente a mesma que eu lia no romance. Não sou um homem que acredita em coincidências. Sou um tolo de voz fraca, que por maldade põe mais fé […]