Browsing All posts tagged under »Marco Antonio Martire«

Outra história [Marco Antonio Martire]

junho 5, 2019

6

Um aplicativo para táxis quer oferecer ao usuário a opção de o passageiro seguir viagem quieto, sem ter que se dedicar àquela tão tradicional conversa com o motorista. A alternativa concederia um privilégio aos fregueses tímidos, aos menos simpáticos. Sabe-se que a timidez vem desde o grego Platão, quando o homem se alertou com o […]

Crônica Número 126 [Marco Antonio Martire]

maio 22, 2019

0

Refeições Uma taça de vinho sobre a mesa servia como peso de papel. Não se tratava da primeira vez, ele abandonava papéis sobre a mesa o tempo todo. Muitos recibos de contas pagas, correspondências, anotações. A taça descansava em cima da pilha havia horas. Fazia um dia de sol. Que exigia dele uma disposição para […]

Zona de conforto [Marco Antonio Martire]

maio 8, 2019

2

Uma estranha gentilmente ofereceu a ele a frente na passagem da catraca do metrô, o que lhe causou surpresa. Instantes depois, seguindo em direção à composição, ela metros atrás, o rapaz não conseguia mais pensar nas tarefas que o aguardavam em quinze minutos, quando já no serviço. Pensava em como ela devia ser bonita. Lamentava, […]

O bolinho [Marco Antonio Martire]

abril 24, 2019

0

O sortudo resolve ir comer o melhor bolinho. Faz uma enquete, descobre o lugar perto de sua casa. Vai a pé. Chega no lugar de chinelo. Então pede o bolinho, não um, quatro. Fritos na hora, como devem ser. Dois chopes enquanto espera. Chega o conjunto da obra: um prato pequeno com quatro bolinhos, garfo […]

Outra de futebol [Marco Antonio Martire]

abril 10, 2019

4

Se chega um convite para um joguinho de futebol, mera diversão entre amigos, dois tempos de cinco, dez minutos ou um gol, não importa, eu me apresso logo e respondo: tratei do assunto uma vez em crônica, ao alardear que largava as quadras do esporte bretão. Disse que largava, mas como o assunto é futebol, […]

Safadezas [Marco Antonio Martire]

março 27, 2019

4

Quando mais novo, eu vivia querendo fazer sexo. Minhas cenas iniciais de sexo explícito foram as páginas das revistas à venda nas bancas de jornais. Essas revistas vinham embaladas em sacos plásticos fechados, de frente fosca. Sabe quem salvava gente como eu, cheio de tesão e louco por conhecer aquele conteúdo proibido? Os jornaleiros. Depois […]

Debate esportivo [Marco Antonio Martire]

março 13, 2019

0

— Lembra do campo onde jogamos bola. — Ficava perto de casa. — Sim, jogamos lá quantas vezes. — Muitas, acho que umas cinco. — Era bom aquele campo. — Tinha marcação de área e trave. — E nós cansados no fim do jogo. — Bebíamos refrigerante. — De gole em gole. — Não tinha […]