Browsing All posts tagged under »Alexandre Brandão«

A facada [Alexandre Brandão]

setembro 16, 2018

8

(Imagem: Átila Roque) . Não achei graça nenhuma na facada que o candidato à presidência do Brasil levou em Juiz de Fora. Fiquei espantado com as reações. Algumas de alegria, outras de desconfiança em relação ao que havia acontecido. Para os partidários da desconfiança, um ato teatral, armação simples e pura. Fiquei abestalhado com o […]

As mortes do dia 20 [Alexandre Brandão]

setembro 2, 2018

4

(Imagem: Átila Roque) No dia 20 de agosto de 2018, o Rio de Janeiro teve mais um dia daqueles terríveis. Matou-se nos quatro cantos da cidade. Sabemos quem são os mortos, os de sempre: negros, jovens, moradores da periferia, alguns que trabalham no tráfico, outros que simplesmente vivem ali onde o tráfico — e não […]

O passado é azul coisa nenhuma [Alexandre Brandão]

agosto 19, 2018

6

(Imagem: Átila Roque) Mamãe ralhava comigo só de pensar nos possíveis amigos mais velhos que eu pudesse ter. Tinha medo de que, inocente, eu aceitasse uma proposta para fazer bobagem com eles. Fazer bobagem era alusão ao sexo, portanto mamãe tinha medo de que os meninos mais velhos (nunca as meninas) abusassem de mim, seu […]

Pelas bordas de Paraty [Alexandre Brandão]

agosto 5, 2018

4

(Imagem: Átila Roque) . A única pessoa que vi escrevendo em Paraty não era um escritor. Não falo do atendente de bar, transformado, por conta do número excessivo de pedidos, num gastador inconsequente de tinta. Nem tampouco de um daqueles que anotam tudo para não se esquecerem do detalhe do detalhe. Antes de contar essa […]

Desnudando a memória [Alexandre Brandão]

julho 22, 2018

11

(Imagem: Átila Roque) . No Instituto Estação das Letras (IEL), ouvi Ruy Castro falar sobre a Copa do Mundo de 1958, que ele acompanhou com a paixão de seus dez anos. Lá pelas tantas, Suzana Vargas, idealizadora e diretora do IEL, disse que estava impressionada com a memória do biógrafo de Garrincha e Nelson Rodrigues. […]

Outro Homem [Alexandre Brandão]

julho 8, 2018

5

(Imagem: Átila Roque) . Para os novos avós: Neide e Guido, Sandra e Adelino Não vou dizer flor. Tampouco água, ainda que potável. Os dias não estão nem para um nem para outro. Digo pedra, e imediatamente penso que as pedras são tão delicadas quanto a flor e a água. É a mão do Homem […]

O Futebol [Alexandre Brandão]

junho 24, 2018

5

(Imagem: Átila Roque) . Nunca fui bom de bola, apesar de ter passado grande parte de minha infância chutando uma. Jogava futebol de salão na quadra do clube. Jogava em chão batido, no campo improvisado da casa do Silvinho, e raramente num gramado. Principalmente, jogava na rua. Na rua do Ouro, com seu asfalto bem […]