Browsing All posts tagged under »Tiago Maria«

Arrebatamento [Tiago Maria]

setembro 20, 2018

3

Algemado. Apavorado. Estatelado de bruços no asfalto. Despido. Pés atados, mãos na cabeça. Um ferimento na asa esquerda. Os cabelos cacheados, loirinhos, encharcados de suor. Um pelotão isola o local e imobiliza o suspeito sob os protestos de alguns passantes: é só uma criança! Covardes, prevalecidos! Motoristas, incrédulos, diminuem a velocidade para melhor ver o […]

Enquanto Lya ao meu lado [Tiago Maria]

setembro 6, 2018

3

Da vez em que estive suspenso no tempo, em uma bolha, ao lado de Lya Luft, no trânsito cactos da minha Poa. Explico: Foi durante a primeira Semana Acadêmica do Curso de Letras da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, a Uergs. Faço parte da comissão estudantil, dentro do Centro Acadêmico que leva o […]

Parto (a)normal [Tiago Maria]

agosto 23, 2018

8

Quando nasce um leitor, Todos os livros batem páginas. Onde nasce um leitor, A luz favorece as serifas.   Como nasce um leitor? Enrolado no cordel angelical. Pra que nasce um leitor? Para questionar o próprio natal.   Ao nascer um leitor, Morre no parto um ignorante. Nascendo um leitor, Renasce uma biblioteca inteirinha.   […]

O importunista [Tiago Maria]

agosto 9, 2018

1

Veste sua melhor camisa, penteia bem os cabelos, perfume e tudo. Conta outra vez o dinheiro. Separa as moedas, coladas com fita adesiva, em montinhos de um real. Pretende ir até a loja e conferir se o valor que dispõe já é o suficiente ou se consegue um desconto, uma promoção, quem sabe. Empurra a […]

Tragédia de ária [Tiago Maria]

julho 26, 2018

6

O teatro está abarrotado. Ouve-se um burburinho tímido que é rapidamente abafado ao som do primeiro sinal. A plateia, composta quase em sua totalidade de senhoras e senhores de mais idade, todos muito elegantes, dá o tom de solenidade que a tragédia merece. O show (de horrores) vai começar em breve. O som de um […]

Obsolescência [Tiago Maria]

julho 12, 2018

5

O filho chega da escola cabisbaixo, joga a mochila num canto e tranca-se no quarto. No dia seguinte a mesma cena. O pai preocupa-se, quer saber o que está acontecendo, vai até o quarto ter com o menino. No quarto, um cartaz com o número dois cobre,  inteira, a porta do roupeiro. As cobertas, cortinas, […]

Tempo ganhado [Tiago Maria]

junho 28, 2018

8

Vi de longe. Imponente. A fila serpenteava o bairro. Todos carregavam seus relógios, tantos quantos conseguissem, na esperança de recuperar um bem que lhes era caríssimo. Um moinho de vento abandonado, banguela de duas pás, onde se consertavam problemas de tempo perdido. Não demorou muito e a notícia ganhou asas. O mestre consertador de prazos, […]