Browsing All posts tagged under »Daniel Russell Ribas«

Solidão [Daniel Russell Ribas]

janeiro 18, 2021

0

“A solidão me seguiu a vida toda, em todo o lugar. Eu sou o Homem Solitário de Deus.” Travis Bickle ( Robert De Niro ) em “Taxi Driver”. Parte 1 – Radio O rádio ainda resiste, como testemunha das trevas. A solidão é uma hera venenosa: uma planta que que toma conta de tudo, se […]

Papai Noel Rosa [Daniel Russell Ribas]

dezembro 21, 2020

0

Este texto foi escrito originalmente num bar no Humaitá no dia 22 de dezembro de 2010 para o CEP 20000, cujo tema foi o centenário de Noel Rosa. . Um grande amor tem sempre um triste fim. Com Papai Noel Rosa aconteceu assim. Distribuindo presentes, conheceu esta mulata fuzarqueira; um artigo raro! Foram para o […]

Crimes e pães [Daniel Russell Ribas]

dezembro 7, 2020

0

Era uma fria, fria noite de outubro e o operário de fábrica Fyodor Kapek voltava para casa exausto. Havia esperado por mais de uma hora na fila para conseguir dois pães mofados e duas batatas. A rua Arbat estava sem luz devido a outra queda de energia e a neve castigava seus calcanhares e rosto. […]

Quadros e pedaços [Daniel Russel Ribas]

novembro 23, 2020

1

Nós somos um museu ambulante. Levamos na mente, pele e cacarecos as peças de nossa história. O peso é real, embora como este nos atinge seja relativo. A mente pode ser um lugar suave ou tortuoso, como uma uma estrada sinalizada ou um labirinto de muros altos. A pele jamais mente, com as marcas que […]

O pesadelo de Oppenheimer [Daniel Russell Ribas]

novembro 9, 2020

0

escrito em 2008 Se a radiação de mil sóis queimassem ao mesmo tempo no céu, isso seria como o esplendor do Senhor. Agora, eu me torno a Morte, o destruidor de mundos Citação de J. Robert Oppenheimer a Bhagavad Gita antes Enquanto enfrentava a depressão, Oppenheimer leu os trabalhos de Huxley. Normalmente, ele ficaria escutando […]

Os cachimbos [Daniel Russell Ribas]

outubro 26, 2020

3

Mudança é um bicho arredio. Lembro-me da fala de Al Pacino em “O poderoso chefão 3”: “Quando achei que estava fora, eles me puxam de volta!”. À medida que me livro de objetos sem uso, mais aparecem. Como soldados que pulam de suas trincheiras para o combate após o pelotão anterior ter sido dizimado no […]

A crônica do pudim [Daniel Russell Ribas]

setembro 28, 2020

3

Enquanto me preparava para a labuta quinzenal, um fato impressionante tomou minha atenção. Em um ano que testa com frequência a capacidade de absorver o extraordinário ou o inacreditável, eis que mais uma vez os queixos da nação desabam. Tratamos, leitores e leitoras, de um engano. E um culpado acima de qualquer suspeito. Este nariz […]

Ressurreição [Daniel Russell Ribas]

setembro 14, 2020

1

Todo dia, me surpreendo com a capacidade e dedicação que as pessoas têm em causar dor. Seja em outras ou em si mesmas, minha impressão é temos um dispositivo desconhecido, programado para tomar decisões das quais vamos nos arrepender mais tarde. Várias vezes. Apesar de já ter uma ideia dos efeitos que repercutirão, ainda assim, […]

Nirvana [Daniel Russell Ribas]

agosto 31, 2020

2

Enquanto escrevo, ouço “Something in the way”, do Nirvana. A versão presente no trailer do mais recente filme de Batman, para ser especifíco. Há muito não ouvia uma canção desta banda. O Nirvana, assim como muitas coisas, parece ser uma memória envolta em neblina. Não é um demérito, mas uma constatação do tempo. Fui um […]

Sobre o horror [Daniel Russell Ribas]

agosto 17, 2020

2

Não sei o que é mais assustador: as linhas em branco ou a escuridão absoluta. Talvez seja uma questão do momento. Abro o computador e leio sobre a confusão em frente ao hospital em que uma menina de 10 anos está internada. Ela está lá para fazer um aborto legalmente amparado, ressalto, embora não devesse […]