Browsing All posts tagged under »Madô Martins«

As cores do luto [Madô Martins]

agosto 23, 2019

0

Ando triste como viúva recente, mãe de filho falecido, amante abandonada. Visto luto por dentro e, por ser por dentro, tem vários tons. É cinza-chumbo diante das crianças mortas por tiros de helicópteros que sobrevoam favelas, amarelo como a floresta em chamas, negro como o ar e a água degradados, branco com as mentes privadas […]

Hiroshima, meu amor [Madô Martins]

agosto 9, 2019

0

Quando, adolescente, assisti ao filme de Alain Resnais, não imaginava que um dia conheceria Hiroshima pessoalmente. Quase não acreditei, ao fazer as contas agora, e constatar que lá estive há 45 anos! Cheguei com medo do que encontraria numa cidade bombardeada. Visitei o Museu da Paz, toquei o sino gigante e fui ao túmulo da […]

Nesta data querida [Madô Martins]

julho 26, 2019

0

Quando amigas da mesma geração me falavam dos netos, descrevendo suas habilidades, gracinhas e transgressões, mostrando fotos no celular ou guardadas com cuidado na carteira, eu costumava pensar: será que não têm outro assunto? será que não têm vida própria? Ficava irritada com aquelas mulheres vibrantes e criativas então reduzidas ao doméstico status de avós, […]

O mel do afeto [Madô Martins]

julho 12, 2019

0

Tá difícil escrever ou ser feliz. Essa sensação de luto quase diária, a perda de tudo que já fomos e tivemos um dia: a alegria, a autoestima, a boa imagem que conseguimos lá fora, a certeza de dias melhores, o orgulho da brasilidade que nos mantinha erguida a cabeça. Hoje abro o jornal pressentindo a […]

Vizinhança [Madô Martins]

junho 28, 2019

0

Já faz 11 anos que moro neste prédio, mas conheço a maioria dos vizinhos apenas de vista. De alguns sei os hábitos, pela repetição: a hora que costumam sair ou voltar para casa, quando levam as crianças para a escola, os cães para passear, colocam o lixo lá fora, passam aspirador nos cômodos. Nosso contato […]

Nada é para sempre [Madô Martins]

junho 14, 2019

0

Tenho um pequeno elefante de madeira vindo da Índia, e gosto de imaginar que é a representação daquele descrito por Saramago, em um de seus últimos livros. É meu companheiro há décadas, mudando de casa comigo, enfeitando cada vez um ambiente. Atualmente, ficava na bancada do banheiro, ao lado de dois outros: um menor, feito […]

Leite derramado [Madô Martins]

maio 31, 2019

0

fina ironia: o mesmo amor, mas somos outros Pode um amor de juventude sobreviver à maturidade?  Ela queria acreditar que sim, mas não convencia nem a si mesma. Sabia-se, agora, muito diferente daquela garota de quem ele se lembrava, na sala de aula. E ele já não exibia a aparência que a atraía, na época […]