Browsing All posts tagged under »Madô Martins«

Pragas de verão [Madô Martins]

janeiro 11, 2019

1

Alguém desliga o forno, por favor? Imagine, aquecimento global é invenção de mal intencionados… Dia desses, minha cidade teve sensação térmica de 47 graus, e estamos à beira-mar. Nunca se vendeu tantos aparelhos de ar condicionado e ventiladores por aqui. E temo que, como em outros tempos, comece a faltar água, pois com a temporada […]

Limitações [Madô Martins]

dezembro 28, 2018

0

Último dia útil antes do Natal, banco lotado. Tento pagar as contas do dia 25 no caixa eletrônico sem resultado, então, me disponho a entrar na agência. Para evitar maiores aborrecimentos, deixo minhas coisas no guarda-volumes. O segurança me dá a chave do compartimento mais baixo, quase junto ao chão. Faz muito calor, o joelho […]

O inferno é aqui [Madô Martins]

dezembro 14, 2018

0

Outro dia, a escola da quadra vizinha estava barulhenta. Vozerio lembrando torcida, música de qualidade duvidosa nas alturas. Pela época, alunos e professores deviam estar festejando o encerramento de mais um ano letivo. No meio da semana, vejo um menino uniformizado atravessar a rua, a caminho da mesma escola, talvez para as provas finais. Daqui […]

Entardeço [Madô Martins]

novembro 30, 2018

1

Lentamente, começa a sair de mim o mal que me acomete toda primavera, até hoje não identificado. Parece uma forte alergia, lembra os sintomas da dengue, demora a ceder e a me devolver a disposição. Como me nego a ficar acamada, passo a maior parte do dia no sofá, num sono estranho, pesado, que não […]

Blindagem gelada [Madô Martins]

novembro 16, 2018

0

A Primavera nem sempre é quente, por aqui. Sopra um vento frio, chove… Mesmo assim, os coletivos equipados com ar condicionado mantêm a mesma temperatura, com qualquer tempo. Assim, reparei que, antes preferidos, os bancos junto às janelas agora são ignorados. É que sobre eles correm as canaletas por onde o ar gelado se derrama […]

Esperança arisca [Madô Martins]

novembro 2, 2018

0

Enfim, novembro! Mesmo com o luto de Finados, que este ano começou mais cedo para muitos de nós, a partir do resultado das eleições, e o dia da República, outro rumo perdido, sem nada a comemorar, foi bom destacar do calendário a página de outubro e jogá-la no lixo. Afinal, tudo passa, e essas nuvens […]

Ladrões, loucos e bêbados [Madô Martins]

outubro 19, 2018

0

Influenciada pelo livro Quarenta dias, de Maria Valéria Rezende, decidi tomar posse do bairro, percorrendo a pé ruas desconhecidas que até então evitava, por ficarem perto de áreas degradadas, frequentadas por tipos suspeitos. A bem da verdade, comecei a perder o medo um pouco antes, quando descobri que o trajeto para o ponto do ônibus tornava-se […]