27/06/2017
26/06/2017
26/06/2017

Três leituras [Alexandre Brandão]

junho 25, 2017

1

(Imagem: Átila Roque) Meu amigo Ricardo me deu “Águas-fortes cariocas” (Rocco), livro de Roberto Arlt, escritor argentino, contemporâneo de Borges, o cego. Águas-fortes era o nome da coluna que o escritor mantinha em um jornal de seu país, na qual escrevia o que se pode chamar de crônicas. Pois bem, em 1930, Arlt veio ao […]

Posted in: Crônicas

Precisa de anões? [Carlos Castelo]

junho 24, 2017

1

Precisa de anões? – disse o anão agenciador de anões. Sim, respondi. Estava fazendo um freelancer para um músico de jazz, na capa do cd havíamos pensado em colocar a imagem de um anãozinho tentando escalar um contrabaixo de pau. Nu. Se a ideia fosse rejeitada pelo artista, talvez o usássemos num outro contexto. Provavelmente […]

Posted in: Crônicas

Supervisão [Rubem Penz]

junho 23, 2017

5

Dia desses, na casa do meu compadre (um lar muitas vezes mais tecnológico do que o meu) falávamos maravilhas dos óculos que estão próximos de aparecer no mercado. A promessa de casar a internet das coisas diante dos olhos promete ser uma revolução semelhante àquela da própria invenção da lente – diga-se de passagem, foi […]

Marcado:
Posted in: Crônicas

Lote um metrô [Marco Antonio Martire]

junho 21, 2017

5

O nosso metrô usa composições em que se pode passar de um vagão ao outro sem bloqueios. Não sei o que prefere o leitor, mas eu gosto de ir no primeiro vagão e experimentar o efeito: já que é possível enxergar do primeiro ao último dos vagões, desde que se vá em linha reta, percebe-se […]

Posted in: Crônicas