Search Results for »"Tiago Maria"«

Cachorros del miedo [Tiago Maria]

janeiro 11, 2018

2

Sabe, gente, procuro não preencher este espaço aqui, tão estimado, com as nossas misérias e abominações cotidianas. Vejo na crônica exatamente uma ilha de leveza cercada de brutalidade.  Acontece que essa semana uma aberração, além de embrulhar-me o estômago, secou de vez minha fonte de graça. Eram dos cachorros de la província de Corrientes, hermanitos. […]

Ceia [Tiago Maria]

dezembro 28, 2017

2

Mal tivemos tempo de ruminar e já vem mais comilança ali na frente. Esta época é assim. Cada iguaria mais apetitosa que a outra. Tudo pra manter a tradição. Agora, no natal, fizemos, no forno, uma cabeça de gordo inteirinha, com maçã na boca pra enfeitar e tudo. Coisa linda de se ver, o bochechão […]

O tanso e o cronista [Tiago Maria]

dezembro 14, 2017

4

É sábado. Fumando um cigarrinho black de cravo com menta, o cronista finge não estar trabalhando, sob a proteção das barraquinhas no brique da redenção, que aguardam sonolentas cada uma sua vez de ser desmontada. A chuva condenou o brique no domingo. O cronista salvou o tanso de perder o amor da sua vida. Não […]

TT [Tiago Maria]

novembro 30, 2017

9

Caríssima TT, peço que observes na revisão deste escrito em particular, à condição de não estabelecer juízo de valor no que toca ao conteúdo escolhido por este pretensioso cronistinha. Condição esta, se bem lembras, tu mesmo impuseste no início dessa relação que, na minha visão, já nasce por demais injusta, pois nada tens a ganhar, […]

Fala, idiota [Tiago Maria]

novembro 16, 2017

8

Quando um idiota começa a falar a pior coisa que se pode fazer é tentar calá-lo. Quieto, assim, paradinho, ele até parece uma pessoa normal. É preciso que ele fale. Então, rapidamente percebemos: oh, aqui está o idiota. E podemos desviar para o outro lado da rua. Digo isso por experiência. Sim, já fui um […]

Para que me lembres [Tiago Maria]

novembro 2, 2017

12

Vinha eu andando naquela passada honesta de cronista a procurar pretextos, quando ouço chamarem do outro lado da rua “Maria, espera, quero falar contigo”. Aceno meio sem jeito, pois sei bem que sou campeão de não me lembrar das pessoas. E parece que estava partindo para outro troféu. Uma senhorinha gorducha, dessas que a gente […]