Coluna social [Domingos Pellegrini]

Posted on 21/12/2015

0



(Imagem: Ariadiny Giraldi)

Domingos Pellegrini*

Este colunista está en-can-ta-do com o convite recebido, das famílias Roussef e Temer, impresso em verde-esmeralda e amarelo-ouro, uma belíssima criação da nova agência Valério & Youssef, convidando para o casamento de Dilma e Michel. Nossa pulguinha já coçava, atrás da orelha, desde que eles começaram a trocar cartas prometendo “relação fértil e profícua”, além de abrirem espaço em suas disputadíssimas agendas para encontros de onde saíam sempre com os olhos brilhando.

A cerimônia religiosa, aberta, será na Catedral de Brasília, com telões externos para quem não conseguir entrar. Já nos titizaram que MST, UNE e centrais sindicais acamparão no entorno para pegar os melhores lugares. A cerimônia civil será no Palácio do Planalto, gentilmente cedido pelo novo governo, mas apenas para mil e trezentos convidados, inclusive dezenas de ex-chefes de Estado. Aqui entre nós: Ângela Merkel e Hillary Clinton estão curiosíssimas para saber de Dilma dicas sobre “relações férteis e relaxamento de tensões”.

# # #

Nosso menino terrível, Eduardinho, continua fazendo Histhoria na presidência da Câmara Federal, para onde retornou depois de passar por Curitiba, Pinhais e Papuda. Agora quer que o novo anexo do Congresso, que terá shopping e hotel 5-estrelas, também tenha o Recanto Babá, para repouso das cuidadoras da progênie de nossos deputados e senadores. Com salão de beleza, piscina aquecida, sauna bi-sex e bistrô. Eduardinho diz que “será um anexo de padrão suíço”.

# # #

Enquanto isso, nossa Agente Minga, infiltrada nos meandros dos Três Poderes, informa que, depois das férias em dobro, auxílio-moradia e auxílio-alimentação, nossos juízes terão auxílio-fashion, para se manterem sempre em dia com os  mais recentes ups da moda, tanto no vestuário quanto nos penteados e pinturas capilares. Os juízes justificam que a Justiça deve não apenas ser justa mas também integral: bem alimentada,  bem amparada e, agora finalmente, ainda mais bonita! Nisso, Moro fez escola!

# # #

Vem aí a nova bolsa-família-nova, para, conforme o ministro das Relações Neo-Sociais,  toda família formada sem pai nem mãe convencionais, inclusive solteirões e viúvos, desde que adotem um animal silvestre resgatado pelo Ibama. A nova bolsa visa “diversificar e humanizar nossa tessitura socio-amorosa”. Coerente com o novo slogan federal: Brasil, pátria de amores mil!

 # # #

Cochicha-se intensamente em Brasília que certa ministra anda com garrafinhas de vinho na bolsa, para lançar em políticos machistas com piadinhas indecorosas. O senador Tiririca diz que pior não fica, e o presidente Renan, “contribuindo para uma agenda positiva”, já divulgou que mancha de vinho sai facilmente com sal ou limão, na hora, ou água com ácido muriático depois. Nada como gente experiente para cuidar da gente!

# # #

Frase ouvida nos corredores de Brasília: “Tem quem nasce para carregar cargas, tem quem nasce para cargos de confiança”. E, depois desta, adomingã!

__________
* Domingos Pellegrini é escritor, autor de contos, poesias, romances e romances juvenis. Ganhou o Prêmio Jabuti por suas obras “O Caso da Chácara Chão” e “O Homem Vermelho”, além de quatro outros Jabutis em segundo e terceiro lugares. Escreve crônicas para os jornais Gazeta do Povo e Jornal de Londrina. Na RUBEM escreve às segundas-feiras. 

Posted in: Uncategorized