A história da coleção “Para Gostar de Ler”

Posted on 29/05/2014

3



A coleção “Para Gostar de Ler” foi uma das mais bem sucedidas estratégias editoriais no país. Destinados a estudantes do Ensino Fundamental e Médio, os pequenos livros de crônicas marcaram uma geração e até hoje são lembrados com muita saudade por aqueles que deram os seus primeiros passos na literatura através de suas edições. E como nasceu esse projeto?

jiro

Jiro Takahashi criou a coleção após conversa sobre Braga.

Na metade dos anos 70, a Editora Ática já tinha duas coleções bem consolidadas para o público escolar.  Um dia o escritor Affonso Romano de Sant’Anna telefonou para o editor Jiro Takahashi para conversar sobre o cronista Rubem Braga. “Um dos pontos era tentar entender o motivo de ele ser tão usado nas salas de aula, mas isso não se refletia na divulgação e venda dos seus livros de crônicas nas livrarias”, explica Takahashi.

Os dois concordavam que o maior cronista brasileiro merecia uma grande tiragem e, com o estímulo de Affonso, Takahashi resolveu ousar e criar “uma loucura saudável”, como definiu a Coleção “Para Gostar de Ler”.

Decidiu reunir então um grupo de professores para fazer a primeira triagem das crônicas que deveriam entrar na primeira edição, além de confirmar os nomes que iriam compor o quarteto de cronistas (o time ficaria formado por Rubem Braga, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos e Carlos Drummond de Andrade).

Feita essa triagem, a Editora Ática fez uma edição experimental de 3 mil exemplares para que alunos “julgassem” os textos. “Com as apreciações dos alunos, confirmadas pela nossa equipe e pelos professores que nos acompanhavam, chegamos às crônicas que saíram publicadas, totalmente testadas”, revela Takahashi. Em seguida uma equipe de designers, com nomes como o capista Mário Cafiero, o artista Ary Normanha e Antônio do Amaral, fez o restante da produção editorial.

paragostardeler1

A primeira edição saiu em 1977 com uma gigantesca tiragem de 100 mil exemplares. Na introdução, o livro deixava claro que não pretendia ensinar gramática ou redação, mas apenas convidar o estudante a conhecer o mundo da leitura.

A aceitação foi imediata e a editora teve que tirar mais uma edição, agora de 150 mil exemplares, para conseguir atender o público.

Segundo Takahashi, a expressiva marca também serviu para quebrar o mito editorial na época de que livro de crônicas não vendia.

Foram feitos quatro volumes com o mesmo time de cronistas. Em seguida decidiu-se ampliar o leque com contistas, poetas e outros cronistas, como Luis Fernando Verissimo, Lourenço Diaféria, José Carlos Oliveira e Carlos Eduardo Novaes, livros que também tiveram ótima aceitação.

Abaixo segue a relação das 47 edições da coleção, que recentemente ganhou ainda uma subdivisão, a “Para gostar de ler – Júnior”, destinada a crianças de 9 a 11 anos. Da primeira edição, são citadas também as crônicas selecionadas para a obra.

Coleção Para Gostar de Ler – Volume 1 – Crônicas 

Hora de dormir, O dia da caça, Aspirador, Se não me falha a memória e Macacos me mordam (Fernando Sabino)

Menina no jardim, A verdadeira história de Pio, A cesta, Os bons ladrões e Continho (Paulo Mendes Campos)

No restaurante, O pintinho, Caso de arroz, Serás ministro, Recalcitrante (Carlos Drummond de Andrade)

Negócio de menino, História triste de tuim, Conversa de compra de passarinho, O padeiro e Recado ao senhor 903 (Rubem Braga)

Volumparagostardeler2es 2 a 5 – Crônicas – Carlos Drummond de Andrade, Fernando sabino, Paulo Mendes Campos e Rubem Braga.

Volume 6 – Poesias – José Paulo Paes, Henriqueta Lisboa, Mário Quintana e Vinícius de Moraes.

Volume 7 – Crônicas – Carlos Eduardo Novaes, José Carlos Oliveira, Lourenço Diaféria e Luis Fernando Verissimo.

Volumes 8 a 10 – Contos Brasileiros – Clarice Lispector, Graciliano Ramos, Ignácio de Loyola Brandão, Lima Barreto, Lygia Fagundes Telles, Mário de Andrade e outros.

paragostardeler4

Volume 11 – Contos Universais – Edgar Allan poe, Franz Kafka, Miguel de Cervantes e outros.

Volume 12 – História de detetive – Conan Doyle, Edgar Allan Poe, Marcos Rey e outros.

Volume 13 – Histórias divertidas – Fernando Sabino, Machado de Assis, Luis Fernando Verissimo e outros.

Volume 14 – O nariz e outras crônicas – Luis Fernando Verissimo.

Volume 15 – A cadeira do dentista e outras crônicas – Carlos E. Novaes.

paragostardeler5

Volume 16 – Porta de colégio e outras crônicas – Affonso Romano de Sant’Anna.

Volume 17 – Cenas brasileiras – crônicas – Rachel de Queiroz.

Volume 18 – Um país chamado infância – Moacyr Scliar.

Volume 19 – O coração roubado e outras crônicas – Marcos Rey.

Volume 20 – O golpe do  aniversariante e outras crônicas – Walcyr Carrasco.

paragostardeler7

Volume 21 – Histórias Fantásticas – Edgar Allan Poe, Franz Kafka, Murilo Rubião e outros.

Volume 22 – Histórias de Amor – William Shakespeare, Lygia Fagundes Telles, Machado de Assis e outros.

Volume 23 – Gol de padre e outras crônicas – Stanislaw Ponte Preta.

Volume 24 – Balé do pato e outras crônicas – Paulo Mendes Campos.

Volume 25 – Histórias de aventuras – Jack London, O. Henry, Domingos Pellegrini e outros.
onariz

Volume 26 – Fuga do hospício e outras crônicas – Machado de Assis.

Volume 27 – Histórias sobre ética – Voltaire, Machado de Assis, Moacyr Scliar e outros.

Volume 28 – O comprador de aventuras e outras crônicas – Ivan Angelo

Volume 29 – Nós e os outros – Histórias de diferentes culturas – Gonçalves Dias, Monteiro Lobato, Pepetela, Graciliano Ramos.

Volume 30 – O imitador de gato e outras crônicas – Lourenço Diaféria.


infanciaVolume 31
– O menino e o arco-íris e outras crônicas – Ferreira Gullar.

Volume 32 – A casa das palavras e outras crônicas – Marina Colasanti

Volume 33 – Ladrão que rouba ladrão e outras crônicas – Domingos Pellegrini.

Volume 34 – Calcinhas secretas e outras crônicas – Ignácio de Loyola Brandão.

Volume 35 – Gente em conflito – Dalton Trevisan, Franz Kafka, João Antônio e outros.

coraçãoVolume 36 – Feira de versos – João Melquíades F. da Silva, Leandro Gomes de Barros e Patativa do Assaré.

Volume 37 – Já não somos mais crianças – Alphonse Daudet, Mark Twain, Marques Rebelo e outros

Volume 38 – Histórias de ficção científica –  André Carneiro, Edgar Allan Poe, H. G. Wells e outros.

Volume 39 – Poesia marginal – Ana Cristina Cesar, Cacaso, Chacal, Francisco Alvim e Paulo Leminski.

goldepadre

Volume 40 – Mitos indígenas – Betty Mindlin e narradores indígenas.

Volume 41 – Eu, passarinho – Mário Quintana.

Volume 42 – Circo de palavras – Millôr Fernandes.

Volume 43 – O melhor poeta da minha rua – José Paulo Paes.

Volume 44 – Contos africanos dos países de língua portuguesa – Vários.

Volume 45 – Histórias de bichos – Clarice Lispector, Dalton Trevisan, Franz Kafka e outros.

Volume 46 – Poesia faz pensar – Carlos Felipe Moisés.

Volume 47 – Ver de novo – Histórias de meio ambiente.

 

Anúncios
Posted in: Uncategorized