Pets, cliques e memes [Marco Antonio Martire]

Posted on 03/07/2019

2



Sucesso nas redes sociais são os memes de cães, gatos, passarinhos, de tudo que é vivo, se move e toca o nosso coração. Um desses memes que mais me divertem é o do cão a se lamentar do momento em que os lobos se aproximaram de nós, para se regalarem com o que tínhamos a cozinhar no fogo. Ninguém repara na felicidade do pet, contente por lhe pouparem milhares de anos de briga renhida na luta pela evolução da espécie.

Meus leitores sabem que gatos foram crônica de livro meu. Os passarinhos também, deixo para outros céus azuis. Escrevi um conto sobre passarinhos que ganhou uma rodada de leitura faz uns pares de anos.

Lembro de uma crônica em que escritores combinavam uma competição marota, para descobrir quem conseguia alcançar maior repercussão com seu texto. Ganhou o escritor que escreveu sobre sexo. Sexo bomba.

Pets também. E o que mais?

Internet é o meu palpite para hoje. A internet viralizou nas últimas décadas, portanto é um bebê no colo da história humana. Só um doido duvida que ela não veio para ficar. Eu duvido é de pensar como a internet será em cinco anos. Cinco? Melhora isso.

Falemos sobre o mouse: na era do hyperlink, o mouse é um apetrecho mítico, de fim que se anuncia claramente com a popularização do touchscreen. Uma hora será o mouse e um clique. Um clique e passaremos a tocar telas, quem sabe o ar, em imagens projetadas em três dimensões, conectados em um exercício digno de astronautas. Onde iremos parar depois é uma questão de se perguntar para onde queremos ir. Se o pessimismo é resultado de nossa omissão e ganância, o otimismo é novidade para que sigamos em frente. Já ser realista está virando o mesmo que temer as sociedades urbanas, a invenção da imprensa, os pets e os cliques. E os memes. As fake news. Mentira.

__________

Marco Antonio Martire é carioca, escritor e cronista. Publicou os contos de “Capoeira angola mandou chamar”, a novela “Cara preta no mato” em ebook, e participou das coletâneas de contos “Clube da Leitura – volume III”, “Escritor Profissional – volume 1” e “Clube da Leitura – volume 4”. Escreve crônicas para a RUBEM desde 2014. Em 2018 lançou “O gato na árvore”, pela Editora Moinhos. Suas crônicas saem quinzenalmente às quartas-feiras. 

Anúncios
Posted in: Crônicas