Notas falsas 1 – Religião [Rubem Penz]

Posted on 08/06/2018

4



Desde os discursos do Odorico Paraguaçu – verdadeiras obras primas de Dias Gomes –, passando por “Ah, essa falsa cultura…” de Millôr, até a recente onda de Fake News, desconfiar do que está sendo dito é a única maneira de não passar pelo constrangimento de ser exposto ao ridículo apenas por ser inocente. Porém, não tema: há sempre um cronista disposto a ajudar o leitor a escapar de armadilhas. Acompanhe com atenção estas notas e não se deixe enganar!

Catecismo – Abalo íntimo. Prenúncio de que placas testosterônicas se moveram nas gônadas dos homens comprometidos e, depois do qual, diz-se que suas mulheres costumam ficar cismadas;

Genuflexório – Aparelho usado em academias de ginástica especialmente desenvolvido para quem tem muita fé em seus ligamentos cruzados;

Hóstia – Pequeno hotel ou pensão. Foi assim denominado porque surgiu do aproveitamento das alcovas de antigos mosteiros na região sul da Itália;

Batina – Espécie de ofurô encontrado em castelos na Transilvânia. Acredita-se que os habitantes utilizavam para equipar o quarto de hóspede reservado ao Conde Drácula. Na história da arquitetura, é o primeiro vestígio do surgimento das suítes;

Confessionário – Urna em acrílico fosco presente nas recepções dos motéis e onde é possível depositar os formulários-padrão de pedidos de indulgência pré-datados. Tudo anonimamente, é claro;

Versículo esquerdo – Parte do coração por onde passa a fé na parte da humanidade que calça sandálias de couro cru. Está logo abaixo do átrio esquerdo, de onde duas cúspides fustigam algumas teses neoliberais;

Purgatório – Espaço reservado para os deputados do chamado “baixo clero”. Existe para que eles permaneçam articulando de modo equidistante entre poder constituído e a imoralidade explícita;

Trindade – Nome informal da BR101 no espaço geográfico nacional que compreende o litoral do Rio de Janeiro, da Bahia e do Espírito Santo, amém;

Profecia – Núcleo secreto responsável por investigar o comportamento dos estudantes. Está sediado na sala dos professores de colégios de ensino médio norte-americanos;

Nave maior e nave menor – São denominadas as partes das catedrais responsáveis por levar os fiéis ao céu, depois de cumprido seu tempo terráqueo;

Altar – Expressão idiomática que mistura espanto e descrença com relação a uma proposta, pedido ou ordem. Quase sempre antecede uma recusa;

Crucifixo – Taxa de juros pré-fixados do cartão de crédito no Brasil. Sinônimo de sacrifício que tem por companhia alguns ladrões que juram estar ao seu lado.

__________

Rubem Penz, nascido em Porto Alegre, é escritor e músico. Cronista desde 2003, atualmente está nas páginas do jornal Metro. Entre suas publicações estão “O Y da questão” (Literalis), “Enquanto Tempo” (BesouroBox) e “Greve de Sexo” (Buqui). Sua oficina literária, a Santa Sede – crônicas de botequim, dez antologias, foi agraciada com o Prêmio Açorianos de Literatura 2016 na categoria Destaque Literário. Na RUBEM escreve quinzenalmente às sextas-feiras.

Anúncios
Marcado:
Posted in: Crônicas