Não pise na grama [Daniel Cariello]

Posted on 07/04/2016

8



Daniel Cariello*

– Vai, João, vai ali, perto das árvores.
– Mais pro lado, fica no meio.
– Recua um pouco, isso.
– Tá bom aí, João, pode ficar.
– Para, menino, ou vai cair na água.
– Olha pra cá, João, pra mim.
– Dá um sorriso. Não, um de verdade.
– Isso, João, tá lindo!
– Agora vai ali, João, na frente das vitórias-régias.
– Vem, João, anda.
– Para aí.
– Mais pro lado, sai do sol.
– E você nem trouxe o boné dele, né? Vem, João, sai do sol, fica na sombra.
– Calma, a luz tá ótima. E você esqueceu tanto quanto eu. João, dá um sorriso. Isso. Mais um. Pronto, pode ir pra sombra.
– João, vai lá com seu pai, perto daquela árvore.
– Vem, João.
– Sorriam!
– Foi? Vai logo, meus joelhos doem.
– Mais uma. Sorriam de novo. Ficou boa.
– João, olha aqui no lago, tem tartaruga.
– Juntem aí os dois. Vou pegar a tartaruga também… Essa ficou incrível. Já foi pro Insta.
– Deixa eu ver. Aqui, João, ficou boa, né? A tartaruga saiu grandona.
– Agora uma com todos juntos.
– No sol?
– Na sombra! Vem, João, abraça aqui sua mãe. Ei, você também, nós três juntos.
– Ô, moço! Você aí, escrevendo no caderno.
– Eu?
– Você poderia tirar uma foto nossa?
– Claro. Onde?
– Ali, com as palmeiras de fundo.
– Mas ali tem uma placa.
– Placa?
– Ali, proibido pisar na grama.
– Verdade, nem tinha visto.
– Pois é.
– Peraí… Pronto, arranquei. Ia mesmo ficar feia no enquadramento. Pode bater agora?

__________

Daniel Cariello já foi office-boy, guitarrista e tecladista em banda de rock, publicitário, jornalista e escritor, além de cronista para veículos como Le Monde Diplomatique online, Meia Um e Veja Brasília. Lançou dois livros de crônicas pelo selo Longe, do qual é um dos criadores. Colabora com a RUBEM às 5ª feiras. 

Anúncios
Posted in: Crônicas