Livro de Braga se chamaria “Havia um pé de romã”

Posted on 30/12/2015

0



Não foi apenas o segundo livro de Rubem Braga que quase levou outro nome, associado à natureza. “As boas coisas da vida“, última coletânea lançada em vida do escritor, em 1988, por pouco não se chamou “Havia um pé de romã“. Esta era a vontade do próprio Braga, que acabou mudando de ideia após ouvir os conselhos de Fernando Sabino e Otto Lara Resende.

Sabino conta essa história em sua coluna “Dito e feito” publicada no jornal O Globo e reproduzida em diversos veículos no dia 09.10.1988.

***

AS BOAS coisas da vida. Este é o lindo título do novo livro de crônicas de Rubem Braga, a ser lançado possivelmente ainda este ano pela Editora Record, e que será certamente um sucesso. Título que se deve À teimosia de dois amigos mais chegados do sabiá da crônica, que reagimos contra o que ele escolheram, conforme nos informou:

Havia um pé de romã.

Não entendi bem:

– Havia o quê?

– Um pé de romã.

– Por que romã?

– É o título de uma das crônicas.

– Você já tem um livro chamado Um pé de milho, agora me vem com um pé de romã. Por que não põe logo uma laranja-lima?

– Ele está se especializando em literatura agrícola – comentou Otto, que também não havia gostado.

Examinamos juntos os demais títulos das crônicas, para ver se descobríamos coisa melhor. Havia uma chamada Lá vamos nós.

– Bom título – concordou Otto: – Mas só se for patrocinado por alguma lavanderia.

De comum acordo, sugerimos então As boas coisas da vida, que o autor acabou adotando, depois de alguma vacilação: temia induzir o leitor a acreditar que fosse o assunto do livro inteiro e não apenas de uma das crônicas.

E ainda lhe demos de lambugem mais um excelente título, a ser aproveitado futuramente em novo livro seu, que esperamos venha breve: Como se fosse para sempre.

***

Fernando Sabino 

Anúncios
Posted in: Uncategorized