No coração da chácara [Domingos Pellegrini]

Posted on 12/10/2015

0



(Imagem: Ariadiny Giraldi) 

Domingos Pellegrini*

Nunca batemos enxada juntos como nossos avós, mas Dalva e eu lidamos na chácara, desde a primeira vez, sem palavras, sem qualquer acordo prévio, simplesmente fomos lidando, na nossa terrapia semanal.

Pode ser num dia à tarde ou sábado de manhã, botamos o macacão e cada um vai mexer aqui e acolá.

Sem qualquer plano também: vamos obedecendo às estações e até às tempestades, recolhendo galhos velhos pelo vento derrubados, arrancando mato aqui e acoli, podando, plantando, adubando, colhendo flores, frutas, verduras.

Temos parcerias entretanto, como a horta. Eu cavoco a terra a pá, misturando estrume seco recolhido na praça, aqui no bairro ela é usada também por cavalos. E Dalva planta e cuida da horta.

Nas podas de árvores e arbustos, um poda, outro recolhe os galhos. Nos plantios, eu cavo a cova, ela desensaca e coloca a muda, eu fecho a cova, ela estaqueia.

Ela trepa nas árvores, eu pego as frutas que ela lança. Ela enche a sacola, eu carrego. Eu lavo a cachorra, ela enxuga.

Sem precisar combinar nada, só agindo, corações juntos.

A terra está no nosso sangue.

Passarinho canta, a gente escuta junto: – Ouviu?

Ensopamos os macacões de suor, tomamos banho de chuveirão no terraço, onde almoçamos esperando beija-flor.

Nossos avós voam sobre nós, abençoando. Eles viveram da terra, plantaram para viver, colheram sucessos e fracassos, mas sempre falaram da terra com respeito e amor, pois nos fracassos aprenderam e cresceram.

Da terra tiraram a água do poço, na terra descansaram, nos deixando uma herança de amor ao trabalho e fé na honestidade, confiança para criar, ousadia para mudar, pois eles mudaram do campo para a cidade, como seus pais mudaram de continente!

Quando nós suamos na chácara, é o suor deles que nos banha e abençoa, nos legando força e confiança.

Quando lidamos juntos com nossas ferramentas e nossas plantas, estamos sempre no coração da chácara.

Não batemos enxada juntos, mas os corações…

__________
* Domingos Pellegrini é escritor, autor de contos, poesias, romances e romances juvenis. Ganhou o Prêmio Jabuti por suas obras “O Caso da Chácara Chão” e “O Homem Vermelho”, além de quatro outros Jabutis em segundo e terceiro lugares. Escreve crônicas para os jornais Gazeta do Povo e Jornal de Londrina. Na RUBEM escreve às segundas-feiras. 

Posted in: Uncategorized